Valores

Carta aos Magos para pensar sobre como educamos as crianças


Nos últimos dias do ano todos aproveitamos para fazer um balanço de tudo o que aconteceu no ano e como temos agido a este respeito. Vivemos de maneira consciente? Paramos para refletir sobre a forma como educamos as crianças? Transmitimos valores? Em tudo isso refletir a seguinte carta aos Magos escrita por uma mãe. Você se junta à reflexão?

Queridos Reis Magos,

O fim do ano se aproxima e parece que a tradição, a vida ou a necessidade de parar nos convidam a olhar para trás e fazer um balanço do que foi vivido e como foi vivido. É hora de perceber, de refletir e de ser grato.

E como planejamos fazer tudo isso? Em primeiro lugar, parando. Não vamos esquecer que antes de começar o que você tem que começar, a primeira coisa é parar, parar e parar. Parar nos leva ao presente e, neste caso, é um presente muito consciente olhando o que vivemos, com a experiência e a maturidade que o passar do tempo nos proporciona.

Vou lhe dizer como faço isso, caso isso lhe dê algumas idéias:

- Ao longo do ano, em casa, estivemos fazendo 'geléia de felicidade'. O que é isso e qual o gosto, você pode estar se perguntando. Consiste em colocar em um recipiente transparente, pedaços de papel colorido sobre os quais temos escrito ou desenhado situações ou belas anedotas que consideramos importantes e que não quisemos que fossem esquecidas.

Antes do final do ano, vamos lê-los em família. E esta é uma forma de perceber, de ter consciência do que vivemos e de agradecer a sorte de ter podido vivê-lo.

- Neste momento também parece que os corações se amolecem mais, que a generosidade e a solidariedade têm mais oportunidade de bater à nossa porta através de atividades como doações, ações de voluntariado ...

Gosto de colocar um destaque especial, estar mais atento que se durante o ano essas pessoas precisam da nossa ajuda, no Natal, porque são as datas que estão, precisam ainda mais do que nós podemos e queremos ajudar: fazendo uma compra solidária , ajudar no refeitório, passar uma tarde em um lar para crianças sem recursos ... Tudo isso pode ser feito o ano todo. Na minha casa não fazemos só no Natal, mas nesta altura quase que gostamos mais.

- Também é hora de agradecer. São muitas as pessoas que nos ajudam e nos acompanham no nosso dia a dia ou nas nossas necessidades específicas durante o ano: avós e tios, professores, vizinhos, talvez médicos ou especialistas em alguma área que nos acompanham , colegas e colegas de trabalho e escola ...

E de que forma queremos agradecer? A verdade é que vale em qualquer dia e em qualquer época do ano. Mas, nesta época de Natal de busca da alma, também podemos aproveitar. Você pode fazer um artesanato, uma saudação de Natal, uns biscoitos saudáveis ​​... e se alguém quiser, compre um presente. O importante é que seja feito com e com o coração.

- E claro, também queremos fazer o pedido. Peça por mim, por nós e pelos outros. Pedir e desejar um bom ano é o que todos queremos, é o que nos dizemos e nos desejamos logo nos primeiros minutos do início do ano. Aqui cada família, muitas vezes ligada a crenças, pede isso a Deus; E porque não, também pedimos a vida, o Universo, a energia ... ou a força de vontade de cada um.

Obrigado, pergunte, fique atento ... Tudo isso nos traz ao presente, nos permite perceber, nos dá a oportunidade de estar mais vivos e de querer continuar crescendo e aprendendo nesta vida. É fantástico que nossos filhos e filhas vejam esses valores em casa, porque eles vão aprendê-los. Eles aprendem o que veem e não tanto o que lhes contamos. Atitude, você aprende em casa.

Partilhar o Natal com os nossos filhos dá-nos a oportunidade de aprender com eles valores e experiências que nos parecem mais propícios aos dias de hoje, embora possam realmente nos acompanhar ao longo do próximo ano.

Feliz ano novo a todos e meus melhores votos para o novo ano que vai começar. Desejo-lhe uma atitude consciente e positiva.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Carta aos Magos para pensar sobre como educamos as crianças, na categoria de Valores Mobiliários On-site.


Vídeo: Versión Completa. La fuerza de voluntad, esa gran desconocida. Mago More, conferenciante y humorista (Outubro 2021).